Reciclagem e sua Importância

O plástico é produto extremamente prático e objetivo, pois atende a sociedade com eficiência e higiene, além de ser 100% reciclável. A propósito, importante frisar que a reciclagem das embalagens plásticas além de preservar o meio ambiente movimenta a economia, gerando milhares de empregos diretos e indiretos. Reciclar, portanto, é sinônimo de geração de riqueza, inteligência e respeito ao meio ambiente. As vantagens da reciclagem de embalagem plástica são inúmeras: O plástico gera milhares de empregos diretos e indiretos. Para cada tonelada de embalagens plásticas recicladas são economizados cerca de 130 kg de petróleo. O plástico é fácil de ser reciclado porque seu manuseio é simples e seu transporte tem baixo custo. No Brasil são reciclados apenas 16% do total de plástico produzido, sendo que as empresas recicladoras faturam R$1,6 bilhão por ano com a reciclagem. Em se comparando com o papel o plástico economiza 32% de energia e água para sua produção. O plástico ao se misturar com a água ou a terra nada polui. Diante dos números apresentados percebe-se que, quanto mais reciclarmos, menos agrediremos o meio ambiente e mais riquezas serão geradas ao país. Portanto, reciclar deve fazer parte de nosso dia a dia.

Plásticos Oxibiodegradáveis

A Plasvipel, preocupada com o meio ambiente, agora tem os Plásticos Oxibiodegradáveis O Plástico é um componente comum na vida moderna, utilizado em todos os tipos de embalagens, bem como em aplicações comerciais e domésticas. Seus benefícios de baixo custo, resistência, impermeabilidade a gases e água, transparência, capacidade de vedação e impressão, são altamente valorizados. Mas, as mesmas características de resistência e durabilidade que tornam o plástico tão útil e econômico podem ser um grande problema quando seu descarte se faz necessário. A ciência agora encontrou a solução para este problema. Esta nova tecnologia produz plástico que se degrada através de um processo de OXIdegradação. A tecnologia se baseia na introdução de uma quantidade muito pequena de aditivo pró-degradante durante o processo de fabricação convencional, resultando em uma mudança de comportamento do plástico. A degradação do plástico começa quando sua vida útil programada chega ao fim e o produto não está mais em uso (tal período controlado pela composição do aditivo utilizado). Quando o aditivo reduz a estrutura molecular a um nível que permite o acesso de microorganismos ao carbono e hidrogênio, o plástico é consumido por bactérias e fungos. Por causa disso ele pode ser chamado “biodegradável”. O material deixa então de ser plástico e se torna uma fonte de alimento. Tal processo continua até que o material tenha se biodegradado em CO2, água, e húmus. Isto não deixa fragmentos de petro-polímeros no solo. O Plástico oxibiodegradável pode ser programado, durante sua fabricação, para que se degrade em um espaço de tempo que atenda às necessidades do usuário, além de serem resistentes e versáteis:

  • Podem ser transparentes, para que alimentos ou outros conteúdos possam ser vistos claramente.
  • Não contêm ingredientes geneticamente modificados.
  • Não emitem metano durante a oxidação.
  • São seguros para contato direto com alimentos.
  • São ideais para alimentos congelados porque podem ser mantidos em temperaturas abaixo de zero por longos períodos e não começarão a degradar até que os alimentos sejam utilizados e a embalagem se torne descarte.
  • Podem ser utilizados em equipamentos de alta velocidade (tais como embaladoras de pães), contudo o desempenho dos plásticos hidrobiodegradáveis nestas máquinas não é aceitável.
  • Podem ser incinerados com taxas recuperação de energia.
  • Podem ser fabricados com os mesmos equipamentos e mão-de-obra que os produtos plásticos convencionais.
  • Podem ser reciclados e fabricados a partir de reciclados.

Ambos os tipos podem ser compostados, contudo, por causa da liberação lenta de carbono pelo plástico oxi-biodegradável, o carbono se torna uma fonte de alimento para plantas em crescimento. Menos energia é necessária para produzi-los e transportá-los. Mais informações acesse: http://www.resbrasil.com.br/

A empresa e o Meio Ambiente

Assim como cada cidadão, é necessário que cada empresa, também faça a sua parte para a preservação do meio ambiente. A Plasvipel contribui para a preservação do meio ambiente. Na impressão dos sacos plásticos utiliza-se solvente sem tolueno e todo resíduo deste solvente é envasado em tambores de 200 litros e vendido à empresas que reciclam, dando origem a outros produtos. As aparas dos plásticos geradas no processo também são embaladas e vendidas a empresas especializadas que processam, transformam e revendem estes produtos. Cuidar do meio ambiente é ter respeito pela natureza e pensar no futuro das novas gerações que irão habitar o nosso planeta. Pensando nisso, a Plasvipel busca constantemente novas tecnologias e técnicas de produção que minimizam ou até anulam o impacto ambiental.